Hoje é o Dia da Caatinga, brasileira e única!

“Neste quadro de beleza
A gente vê com certeza
Que a musga da natureza
Tem riqueza de incantá.”

(Patativa do Assaré)

Hoje é o Dia da Caatinga (28 de abril), brasileira e única, esse bioma que está inserido em um dos semiáridos mais biodiversos do mundo, também possui particularidades, como os longos períodos de estiagem, singularidades climáticas que exigem soluções diversas e articuladas em rede.

O Instituto Palmas, através dos Projeto Renascendo e do Algodão em Consórcios Agroecológicos, celebra a Vida, os ciclos, os encontros, o pertencimento, a força e a fé na construção de um mundo mais sustentável, solidário, humano e justo. Gratidão aos homens e mulheres, agricultores e agricultoras familiares, camponeses e camponesas, professoras e professores, indígenas e quilombolas que seguem semeando e cuidando da nossa Caatinga, da Terra, da Vida.

Há exato um ano, o Projeto #Renascendo, em parceria com os projetos #Opará#NoClimadaCaatinga#RedeSolidáriadeMulheresdeSergipe, todos patrocinados pela #Petrobras, realizou o Encontro “Convivendo com o Semiárido: Produção e Sustentabilidade Hidroambiental”, reunindo especialistas, comunidades e projetos comprometidos com a sustentabilidade no semiárido, proporcionando momentos de trocas de saberes e experiências.

#InstitutoPalmas
#PetrobrasSocioAmbiental
#Diaconia
#DiadaCaatinga